[Vídeo] Sessão polêmica na CME tem confusão, gritaria e denúncia de Fabiano Farias

Mais uma sessão polêmica foi registrada na sala de sessões da CME ( Câmara Municipal de Extremoz) nessa terça-feira (28) dessa vez o tema da sessão foi a abertura de crédito especial de R$ 1.200.000,00 ( Hum milhão e duzentos mil reais) solicitado pelo prefeito Joaz Oliveira -se você não sabe de qual crédito estamos falando deixaremos o link da matéria que explicamos do que se trata-:

CLIQUE NO TEXTO ABAIXO PARA ABRIR A MATÉRIA:

Entenda o projeto de lei de Joaz que propõe abertura de Crédito Especial no valor de R$1.200.000,00

O projeto é rejeitado por vários servidores e moradores de Extremoz e está em análise pela CME, hoje durante a sessão que discutia o assunto houve um grande tumulto com direito a gritos, xingamentos e denúncias.

O então vereador Fabiano Farias que assumiu o lugar do vereador Josias de Oliveira Farias em Março desse ano na condição de seu suplente se mostrou indignado com a gestão do município.  No sábado (25) o Portal Extremoz divulgou uma matéria que tratava sobre o pedido de exoneração feito por Josias de Oliveira Farias, ele assumiu a Secretaria de Turismo e Eventos em março desse ano.

O seu suplente Fabiano Farias denunciou durante a sessão de hoje que Josias só pediu exoneração da Secretaria de  Turismo e Eventos para retornar a Câmara como vereador, essa atitude foi uma manobra para conseguir aprovar facilmente o projeto do crédito especial, uma fez que Fabiano enquanto suplente de Josias iria votar contra.

Fabiano também denunciou que propôs uma audiência pública sobre a educação e sua proposição foi negada. Fabiano Farias é professor, foi candidato a vereador em 2016 quando ficou na suplência, foi nomeado secretário de educação por Joaz em 2017 e exonerado meses depois, em março desse ano tomou posse na CME com a presença do prefeito Joaz Oliveira. Durante o tumulto os vereadores foram chamados de covardes, corruptos ladrões e vagabundos pelas pessoas que estavam presente na sessão.