Sintro/RN anuncia greve por tempo indeterminado a partir de sexta-feira (19)

Sindicato dos Trabalhadores e Transportadores Rodoviários do Rio Grande do Norte (Sintro-RN) afirmou que motoristas de ônibus farão greve por tempo indeterminado, a partir desta sexta-feira (19).

Segundo uma nota do sindicato “mesmo com o pedido realizado pelo sindicato de reconhecimento da data base através do protesto judicial e reconhecido pelo desembargador Bento Herculano, o SETURN de forma irresponsável e ilegal deixa de pagar o vale alimentação e o plano de saúde dos trabalhadores, causando o desespero na categoria”.

O não pagamento do vale alimentação e do plano de saúde é o principal motivo da greve, além disso a nota também diz que o dissídio coletivo ainda não foi julgado.

O edital de convocação da greve será publicado amanhã, terça-feira (16) e somente após 72 horas será iniciada a greve. Desde maio a categoria realiza protestos para o reconhecimento da data base.

A direção do sindicato dos trabalhadores rodoviários do RN vem comunicar que mesmo com o pedido realizado pelo sindicato de reconhecimento da data base através do protesto judicial e reconhecido pelo desembargador Bento Herculano, o SETURN de forma irresponsável e ilegal deixa de pagar o vale alimentação e o plano de saúde dos trabalhadores, causando o desespero na categoria.

Informamos que só quem pode tirar cláusulas da nossa convenção coletiva é o pleno do tribunal regional do trabalho da 21° região, que ainda não foi julgado.

Desta forma a direção do sindicato e por determinação da assembléia geral da categoria está informando nota a população que será publicado no jornal na tribuna do norte de amanhã, GREVE por tempo indeterminado.

Reafirmamos que o dissídio coletivo ainda não foi julgado, e na certeza de um resultado justo para nossa categoria e para combater esse abuso da patronal a nossa única arma em nossa defesa é a greve.

Contamos com a compreensão e a união de todos do trabalhadores nessa luta.

Júnior Bacurau
Presidente em exercício do SINTRO-RN