Professores da rede estadual não aceitam proposta e aprovam greve por tempo indeterminado

Na tarde dessa quarta-feira (04) os professores da rede estadual de ensino do RN realizaram uma assembleia através do SINTE (Sindicato dos Trabalhadores em Educação).

A principal reivindicação da categoria é o reajuste de 12,84% no salário, os profissionais não aceitaram a forma de pagamento apresentada pelo Governo do RN.

A proposta apresentada em rodada de negociações com a categoria foi o pagamento do reajuste parcelado em três vezes de 4,1% nos meses de junho, setembro e dezembro para os ativos.

Já para os professores aposentados os pagamentos seriam em agosto, outro e dezembro.

O secretário Getúlio Marques afirmou que para implantar o reajuste serão necessários R$ 300 milhões, valor que o Estado não dispõe de imediato.

Outro ponto é o pagamento do retroativo, que na proposta do governo seria feito em 24 parcelas a partir de 2021.

Os professores votaram a favor da greve e o SINTE deverá apresentar uma contraproposta nos próximos dias.

A categoria quer que o reajuste seja implantando de imediato e o retroativo seja pago em três parcelas.

Em nota a SEEC (Secretária de Educação e Cultura) informou que respeita o posicionamento, continuará o diálogo e aguarda a contraproposta da categoria.