Presidente da Caixa reforça que, inicialmente, não será possível sacar ou transferir 2ª parcela do auxílio

Na tarde desta segunda-feira (18) o presidente da Caixa, Pedro Guimarães, reforçou que todos os beneficiários do auxílio emergencial, que receberam a primeira parcela até o dia 30 de abril, irão receber a segunda parcela na conta digital, com exceção do Bolsa Família.

Pedro também reafirmou que no primeiro momento 100% do valor será creditado na conta digital, a chamada Poupança Social, para realização de pagamentos e compras com o cartão virtual, mas não será possível fazer transferências ou saque na mesma data de recebimento.

Nós percebemos que dos 20 milhões que tinham a conta digital 13 milhões acabaram realizando o DOC, para um amigo, pai, filho, filha e isto acabava gerando um descontrole no ponto de vista dos saques” disse Pedro Guimarães.

Por isso, para manter o equilíbrio entre a saúde e a necessidade financeira da população e reduzir as filas nas agências e casas lotéricas só será permitido sacar ou transferir a partir do dia 30 de maio.

Ainda segundo uma Portaria do Ministério da Cidadania publicada no DOU (Diário Oficial da União) aqueles que receberam a primeira parcela na conta poupança ou corrente receberá automaticamente, a partir do dia 30, a transferência do valor caso ainda haja saldo na conta digital.

+Recebeu a 1ª parcela do auxílio emergencial na conta poupança ou corrente? Saiba como receber a 2ª parcela

CALENDÁRIO DE SAQUE E TRANSFERÊNCIA DA 2ª PARCELA