Polícia Civil prende em Extremoz suspeitos de integrar grupo criminoso interestadual

Policiais Civis da Divisão Especializada em Investigação e Combate ao Crime Organizado (DEICOR) prenderam, nesta segunda-feira (04), Josivan Sinézio da Silva, conhecido como “Baixinho”, 34 anos, e Augusto Sérgio da Silva Jorge, conhecido como “Rapadura”, 29 anos.

Após investigações, Josivan Sinézio e Augusto Sérgio foram presos em uma residência, no município de Extremoz.

No momento da abordagem, os policiais encontraram uma pistola calibre .380, com 15 munições, notas manchadas de dispositivos de segurança em caixas eletrônicos, além de uma máscara, vários relógios e celulares.

Os suspeitos não reagiram à prisão e confirmaram serem integrantes de uma facção criminosa. Josivan Sinézio é foragido de Alcaçuz, tendo dois mandados de prisão em aberto, e apresentou documento falso.

Segundo investigações, Josivan Sinézio teria sido filmado praticando um roubo acompanhado de outros integrantes do grupo criminoso, em pelo menos quatro agências dos Correios no Estado da Paraíba.

No dia 02 de maio, eles teriam agido na cidade de Água Branca; em 28 de junho e 04 de fevereiro, na agência dos Correios da Universidade Federal da Paraíba (UFPB); e, em 17 de fevereiro, teriam sido flagrados roubando malotes de um carro-forte, na cidade de João Pessoa, quando um segurança e um dos suspeitos terminaram alvejados em um confronto.

Ainda de acordo com investigações, em 28 de abril, na cidade de Taperuá, no Estado de Paraíba, os suspeitos teriam praticado um roubo em um supermercado, ocasião em que um policial militar foi atingido pelos suspeitos, após confronto.

O grupo criminoso já vinha sendo investigado, havendo indícios de que planejava explodir uma agência bancária no Oeste Potiguar e roubar mais um carro-forte, desta vez no Estado do Rio Grande do Norte.

A Polícia Civil solicita ainda que a população continue enviando informações de forma anônima através do Disque Denúncia 181 ou por meio do número da DEICOR: (84) 3232-2862 e pelo aplicativo WhatAapp, no número (84) 98135-6796.