Pais e familiares dormem ao relento em frente de escolas e creches para conseguir vaga

Essa não é a primeira vez que a triste situação acontece no município de Extremoz, região metropolitana de Natal, esse problema já é recorrente desde os últimos anos da gestão do ex-prefeito Klauss Rêgo.

De lá pra cá nada mudou, estamos falando da lamentável cena que todo início de ano é registrada em frente de escolas e creches do município, pais e familiares dormindo ao relento para conseguir uma vaga para suas crianças.

As imagens destacadas nessa matéria foram registradas na noite dessa terça-feira (28), em vários locais do município a situação é a mesma isso porque a quantidade de vagas disponibilizadas pelo município não são suficientes para todas as crianças.

Tendo que enfrentar o frio e o sereno cada um se protegia do jeito que dava, alguns levaram lençóis para se cobrir ou colocar no chão, ficavam em baixo de algo coberto, revezavam entre familiares, tudo para conseguir uma vaga.

Uma das promessas de campanha do prefeito Joaz Oliveira foi implantar o Sigeduc (Sistema de Gestão da Educação) para informatizar desde presenças e faltas de alunos até renovação e solicitação de matrícula como acontece hoje na rede estadual de ensino.

Em 2020, seu último ano de gestão, a promessa não foi cumprida e mais uma vez os Extremozenses tiveram que deixar suas casas para se submeter a dormir no chão, enfrentar o frio e os riscos de está na rua durante a madrugada.

 

Author: Redator