Líder do PSL chama Bolsonaro de “vagabundo” e diz que vai “implodir o presidente”

O líder do PSL na Câmara, o deputado Delegado Waldir (PSL-GO) afirmou que pretende “implodir” o presidente Bolsonaro. A declaração foi obtida em um áudio. Nesta quinta-feira 17, Waldir empreendeu uma vitória contra a ala bolsonarista na Câmara, que queria destituí-lo e levar o deputado Eduardo Bolsonaro ao cargo.

No áudio em que os deputados do PSL discutem a liderança do partido, é possível identificar uma declaração de Waldir: “Eu vou implodir o presidente. Aí eu mostro a gravação dele. Eu tenho a gravação. Não tem conversa, não tem conversa. Eu implodo o presidente. Acabou o cara. Eu sou o cara mais fiel a esse vagabundo”, diz o líder do PSL. Ele aborda a questão por cerca de um minuto, referindo-se ao presidente com palavrões.

Desde ontem, o partido se encontra em um racha que opôs a base apoiadora de Waldir à base apoiadora de Bolsonaro, que tinha candidato a líder o deputado Eduardo Bolsonaro.

Os deputados apoiadores de Waldir acusam Jair Bolsonaro de atuar pessoalmente para influir o processo. Isso porque na quarta-feira 16, a revista Época divulgou um áudio em que o presidente aparece pedindo apoio a deputados do PSL para destituir o deputado do cargo de líder do partido na Câmara. Waldir é ligado ao presidente da legenda, deputado Luciano Bivar (PE), e tem feito críticas públicas a Bolsonaro.

Áudio completo:

[su_youtube_advanced url=”https://www.youtube.com/watch?v=07OReQbQHCA”]