Jovem é executado em comunidade de Extremoz; moradores protestam

Foto: Kleber Teixeira/Inter TV Cabugi

Um jovem foi executado na madrugada desta quinta-feira (5/11) em Extremoz, precisamente na comunidade de Contenda, localizada próximo a Praia de Pitangui.

De acordo com informações preliminares quatro homens armados invadiram a residência onde o jovem morava e levaram a vítima para fora da casa.

Identificado como Renor Júnior, de 21 anos, o jovem foi executado em via pública. Ele chegou a ser levado ao Hospital Café Filho em Extremoz e depois foi transferido para o Santa Catarina, mas não resistiu.

Familiares e amigos lamentaram a morte do jovem, que estudava em uma escola próxima ao local, era considerado alegre, extrovertido e sem envolvimento com qualquer ilícito.

A Polícia Militar esteve no local e constatou que os indivíduos fugiram sem levar nada. Na manhã desta quinta-feira moradores da comunidade fizeram um protesto.

Eles atearam fogo em pedaços de madeira e interditaram a avenida que dá acesso às praias de Pitangui e Barra do Rio, pedindo justiça e prioridade na investigação.

A comunidade é conhecida pela falta de segurança e não é de hoje que os moradores clamam para que as autoridades tomem providências.

Em novembro do ano passado um protesto do mesmo tipo foi registrado na comunidade, pelo mesmo motivo, pedindo segurança.

Na ocasião os moradores colocaram material inflamável na pista e atearam fogo, bloqueando todo acesso de ida e vinda, para as praias de Pitangui, Barra do Rio, Jacumã e Graçandu.