Instagram, WhatsApp e Facebook passam quase 7 horas fora do ar

Grandes redes sociais relacionadas ao Facebook ficaram inacessíveis nesta segunda-feira (4) no início da tarde e ficaram fora do ar por quase sete horas seguidas.

O Facebook – a maior rede social do mundo -, o Instagram – a mais popular plataforma de compartilhamento de imagens – e o WhatsApp – o aplicativo de troca de mensagens via celular preferido dos brasileiros – ficaram indisponíveis para os usuários.

Outras plataformas sociais, como o Telegram e o Twitter, apresentaram instabilidades e funcionam de maneira intermitente, com usuários de todo o mundo registrando queixas pelo serviço internacional de monitoramento de servidores e aplicativos Downdetector.

As redes sociais ligadas ao Facebook começaram a apresentar instabilidade por volta das 12h:30m horário local do Brasil e o acesso só começou a ser restabelecido por volta das 18h:40.

Até o fechamento desta matéria – às 19:20 – o Facebook e o Instagram já estavam funcionado, porém ainda apresentava algumas falhas.

Já o WhatsApp e o WhatsApp Business ainda não haviam voltado ao ar.

Pouco antes das 17h, Mike Schroepfer, oficial-chefe de tecnologia do Facebook, publicou um pedido de desculpas para os usuários impactados pelo que classificou como “erros de rede”.

A falha generalizada no acesso mostra para os usuários uma mensagem de erro no domain name system (DNS) – a tecnologia que liga o endereço usado para se chegar aos sites internet protocols (IPs) dos servidores correspondentes que hospedam o conteúdo das páginas.

O cofundador do Facebook e principal acionista da empresa, Mark Zuckerberg, perdeu cerca de US$ 6 bilhões em meio à crise da companhia no mercado financeiro.

Segundo os números da Nasdaq – a bolsa de valores do mercado de tecnologia -, o Facebook perdeu cerca de 5,34% de valor de mercado. Isso equivale a cerca de US$ 50 bilhões – o valor total estimado da rede social Twitter.

As ações do Facebook estão cotadas a US$ 326,23 – uma queda de 4,9%.