Inspeção na Estação de Tratamento em Extremoz irá suspender abastecimento de água em bairros da Zona Norte

Dentro do planejamento para ingresso no Mercado Livre de Energia, onde será possível adquirir energia elétrica a um menor custo e, consequentemente aumento do poder de investimento da empresa, a Companhia de Águas e Esgotos do Rio Grande do Norte (Caern) realiza na próxima semana, mais uma etapa do procedimento, que é a inspeção das duas Estações de Tratamento de Água (ETA´s) de Natal: Jiqui e Extremoz.

Na ETA do Jiqui, serão paralisadas as adutoras I e II na terça-feira (04), para um estudo no local, sendo suspenso ou reduzido o abastecimento os locais: Alecrim, Areia preta, Bom Pastor, Candelária, Capim Macio, Cidade Alta, Cidade da Esperança, Cidade Nova, Dix-sept Rosado, Felipe Camarão, Lagoa Nova, Lagoa Seca, Mãe Luiza, Nazaré, parte do bairro de Neópolis, Nova descoberta, Petrópolis , Ribeira, Tirol.

Os serviços estão previstos para ocorrer das 08h às 15h. Após retomando o abastecimento, o prazo para a completa normalização do fornecimento de água se dará em até 48 horas, de acordo com a pressurização da rede.

Na quarta-feira (05) será a vez da Estação de Tratamento de Água de Extremoz passar pelo mesmo procedimento, porém, o serviço levará mais tempo, das 8h às 18h. Em decorrência dessa parada no sistema de abastecimento, haverá redução no fornecimento e em alguns locais, falta de água, atingindo até 70% da Zona Norte de Natal.

A equipe operacional, vai aproveitar a parada para realizar manutenções preventivas e limpeza no sistema de tratamento, otimizando os processos e minimizando impactos futuros, além de interligar um desvio na adutora de 500mm.

Serão afetadas as seguintes localidades: conjunto Amarante (São Gonçalo do Amarante), Igapó, Jardim Lola (São Gonçalo do Amarante), Lagoa Azul (parcial), Olho d’água dos carrinhos (São Gonçalo do Amarante), Nossa Senhora da Apresentação, Nova Zelândia (São Gonçalo do Amarante), Pajuçara (parcial), Potengi, Redinha e Salinas.

Os serviços estão previstos para ocorrer das 08h às 18h. O prazo para a completa normalização do abastecimento é de 72 horas após a conclusão dos serviços.

Author: Redator