I | Há 3 anos, em clima de festa, Joaz e Macho eram declarados os vencedores da eleição de 2016

PARTE I / III

Há exatos 3 anos, no dia 02 de outubro de 2016 precisamente na noite de domingo, Joaz Oliveira Mendes da Silva de 30 anos e Djalma de Sales de 47 anos (idades na época) eram declarados os vencedores da eleição de 2016.

Joaz iniciou sua carreira política no ano de 2008, concorrendo ao cargo de vereador pelo PMN (Partido da Mobilização Nacional), em 2012 conseguiu se reeleger, apoiando o então prefeito Klauss Rêgo. Joaz ganhou destaque e alcançou a Presidência da CME (Câmara Municipal de Extremoz).

Djalma de Sales conhecido popularmente como “Macho” também iniciou sua vida pública como vereador pelo PSDB (Partido Social Democrático Brasileiro). Em 2012 foi candidato a prefeito, mas ficou em 3º lugar e perdeu para o então prefeito que foi reeleito, Klauss Rêgo.

Pouco tempo depois da eleição de 2012 quando Klauss se manteve no poder, o então prefeito que até hoje é considerado por alguns o melhor da história começou a ver sua popularidade cair bruscamente e a gestão que se mostrava sólida no primeiro mandato deixou problemas graves na cidade.

Klauss Rêgo que até hoje atribui os problemas à crise que o Brasil passava deixou salários atrasados, órgãos e estruturas públicas abandonados, problemas em todas as áreas. Percebendo que o “barco” estava afundando Joaz deixou a base aliada do prefeito e focou nas eleições de 2016.

Agora oposição, Joaz enquanto presidente da CME  junto com outros vereadores conseguiu impor derretas ao então prefeito, entre elas o reajuste da base de cálculo do SAEE e também o Regime de Previdência Própria do Município.

Clique aqui para ser direcionado para Parte II.