Furto provocou queda de torres de energia e ocasionou apagão, dois homens foram encontrados mortos

A queda de oito torres da linha de transmissão Açu III – João Câmara III, no Rio Grande do Norte, interrompeu o fornecimento de energia no RN e em Pernambuco.

A empresa Cymi do Brasil que é responsável pela linha de transmissão acredita que o tombamento ocorreu devido a uma tentativa de furto de peças na torre de transmissão.

Dois suspeitos foram encontrados mortos no local, ferramentas também foram encontradas ao lado dos corpos dos dois homens.

Segundo o chefe de obras da Cymi do Brasil, José Braga, cinco peças da estrutura que sustenta a torre foram retiradas e estavam no local, o que pode ter causado o desabamento.

Os homens morreram em decorrência da queda, eles foram levados ao Instituto Técnico-Científico de Perícia do Rio Grande do Norte (Itep-RN) em Mossoró, para perícia.

O incidente provocou a interrupção de 15 megawatts de energia em Natal e outros 15 mw em Recife.

Além da rejeição natural de 700 MW de carga nos estados do Rio Grande do Norte, Paraíba e Pernambuco, devido às fortes oscilações de tensão.

Moradores de vários bairros de Natal, de cidades da região metropolitana como São Gonçalo, Extremoz, Macaíba, Ceará-Mirim, Parnamirim e de outras cidades no interior do estado como João Câmara, Taipu e Poço Branco relataram quedas de energia.

Fonte: G1RN