Extremoz: 1.885 mil moradores estão com a D2 da vacina contra covid-19 em atraso

O Portal da Transparência de vacinação contra o coronavírus do Governo do Rio Grande do Norte aponta que 1.885 mil moradores do município de Extremoz estão com a segunda dose da vacina em atraso.

Os dados foram extraídos do RN+VACINA na manhã deste sábado (25) e a última atualização no site foi feita por volta dás 08h:42m. Até o último dia 20 mais de 145 mil pessoas estavam em atraso com a aplicação da segunda dose da vacina contra a Covid-19 no RN.

Diante da confirmação de casos com variante Delta no estado, inclusive com registros de óbitos, a Sesap convoca e alerta a população para a completude do esquema vacinal, buscando a unidade de saúde ou posto de vacinação mais próximo de sua residência para tomar a segunda dose da vacina contra Covid.

No caso de Extremoz, para se vacinar com a D2 é necessário comparecer na mesma unidade de saúde onde foi aplicada a D1, portando o cartão de vacina e documento oficial de identificação com foto.

MAIS DADOS

Ainda de acordo com os dados, cerca de 62% da população estimada de Extremoz acima de 12 anos, atualmente estimado pela Secretaria de Saúde em 39.469 mil, já recebeu ao menos a D1 (1ª dose da vacina), esse percentual representa 24.676 mil habitantes.

Cerca de 32% da população estimada acima de 12 anos já completou o esquema vacinal e recebeu as duas doses da vacina, esse percentual representa 12.756 mil habitantes.

ANDAMENTO DA VACINAÇÃO NO MUNICÍPIO

A Prefeitura de Extremoz, através da Secretaria Municipal de Saúde, iniciou na terça-feira (21) a aplicação da D3, que é a dose de reforço, para idosos acima de 90 anos e também acamados acima de 70 anos, que tomaram a D2 (segunda dose) há mais de 6 meses.

Já nesta sexta-feira (24) iniciou a aplicação da D3 em pessoas com alto grau de imunossupressão para aqueles que tomaram a D2 há 28 dias.

Para conseguir se vacinar, é necessário apresentar comprovação de alto grau de imunossupressão, comprovante da segunda dose da vacinação e documento oficial com foto.

Já a vacinação para adolescentes entre 12 e 17 anos está suspensa também desde a última segunda-feira (20) em virtude da falta de vacinas destinas para esse grupo.