fbpx

Exército irá intervir em bloqueios no RN

Missão dada é missão cumprida. E nós vamos cumprir”, afirmou ao G1 o porta-voz do Exército no Rio Grande do Norte, coronel Erland Mota, sobre a publicação de decreto do governo federal que autorizou o uso das forças armadas para desbloqueio de rodovias onde acontecem manifestações de caminhoneiros por redução no preço do diesel. Este domingo (27) é o sétimo dia consecutivo de protestos.

De acordo com o coronel, uma força-tarefa foi montada com as três forças armadas (Exército, Marinha e Aeronáutica), além de órgãos estaduais, como Polícia Militar, Corpo de Bombeiros, Defesa Civil, e órgãos federais, como Ministério Público, Advocacia Geral, Polícia Federal e Polícia Rodoviária Federal.

Uma reunião entre esses órgãos está programada para este domingo, com o objetivo de sincronizar e harmonizar as atuações das forças. Ainda de acordo com ele, já existe um sala de controle montada para discutir a situação do estado e que já tem atuado na negociação com os manifestantes. Tanto, reforça, que não houve falta de combustíveis e outros insumos para serviços essenciais. “A solução passa por negociação”, declarou o coronel Erland.

Ainda de acordo com ele, cada órgão continua responsável por suas funções constitucionais e área de atuação. “Estamos apenas sincronizando as atividades para evitar que ‘um atire no outro’”, explicou.

Via: G1/RN