Equipamentos culturais da Fundaj reabriram desde quarta-feira (4)

Os equipamentos culturais da Fundação Joaquim Nabuco (Fundaj) reabriram desde a última quarta-feira (4). Após meses de suspensão das atividades presenciais e atendimento ao público, a Pinacoteca, a Biblioteca Blanche Knopf, o Cinema da Fundação e a Villa Digital voltam a receber visitantes, estudantes e pesquisadores interessados nos acervos e cultura pernambucana.

São requisitos para acessar os espaços o uso de máscara, a passagem pela aferição de temperatura e aplicação do álcool nas mãos. Há também totens de álcool distribuídos pelos campi.

“Com o avanço da vacinação e queda na ocupação dos leitos de UTI, acreditamos que este seja um momento para flexibilizar a entrada em nossos espaços. Celebrar a cultura e a educação são as melhores formas de preservar o patrimônio e manter a memória viva”, destacou Antônio Campos, ressaltando que a  prioridade da Instituição sempre será garantir a segurança do público e dos servidores, terceirizados e estagiários. “Já emitimos 307 declarações de vacinação para nossos colaboradores”, adianta.

O Comitê de Gestão da Crise Coronavírus da instituição segue monitorando os casos de coronavírus no estado para tomar as melhores decisões sobre medidas de enfrentamento da pandemia da Covid-19. O monitoramento é feito a partir do acompanhamento de Informes Epidemiológicos divulgados pelas autoridades de saúde.

Um dos equipamentos culturais que retomaram as atividades é a Pinacoteca, localizada no Complexo Cultural Gilberto Freyre, no campus Casa Forte, que reúne peças do acervo da instituição. O funcionamento do espaço será restrito: de terça a sexta, das 10h às 16h, aos sábados e domingos, das 13h às 17h. A ocupação máxima será limitada a seis pessoas.

As atividades presenciais na Villa Digital, localizada no campus Apipucos, na Zona Norte do Recife, estão com horário de funcionamento de segunda a sexta, das 9h às 16h.

O acesso ao espaço será possível a partir de agendamento prévio nos e-mails villa.digital@fundaj.gov.br e atendimento.acervos@fundaj.gov.br ou no telefone 3073.6599. Parte dos arquivos já está digitalizada e pode ser acessada no site villadigital.fundaj.gov.br.

Já a Biblioteca Blanche Knopf, conhecida por ser a maior biblioteca sobre Ciências Sociais e Humanidades do Norte e Nordeste, receberá os visitantes das 9h às 16h. As portas do equipamento, localizado em Apipucos, estarão abertas para pesquisadores, estudantes e o público geral que tiverem feito o agendamento pelo e-mail bibli@fundaj.gov.br ou pelos números 3073-6535 e 3073-6541. A medida é essencial para garantir maior controle sobre a quantidade de pessoas circulando no espaço.

Já o Cinema da Fundação reabriram na quinta-feira (05) a sala do Derby. As salas de exibição terão lotação máxima de 64 pessoas – 40% da capacidade -, distância de 1,5m entre as poltronas, entrada e saída por portas diferentes. As sessões terão intervalos a cada 1h para que possa haver uma sanitização na sala.

A programação completa está disponível no Instagram @cinemadafundacao e conta com três estreias: o filme pernambucano “Piedade”, de Cláudio Assis, o dinarmaquês “Druk – Mais Uma Rodada”, e o afegão “Hava, Maryam, Ayesha”.

Museu e Engenho

O Museu do Homem do Nordeste,  o Espaço Janete Costa, no Campus Casa Forte, e o Engenho Massangana, no Cabo de Santo Agostinho, serão reabertos no dia 19 de agosto, quando serão celebrados o aniversário do patrono da Fundaj, Joaquim Nabuco, e o Dia Mundial da Fotografia.