Em Natal empresas de transporte público começaram a demitir funcionários

As empresas do sistema de transporte de Natal começaram a demitir funcionários e segundo informações a Prefeitura do Natal e o Governo do RN já foram informados.

A alegação para as demissões é a crise financeira ocasionada pela redução da receita em virtude da diminuição de passageiros.

A frota está reduzida desde que foi iniciado a quarentena devido a pandemia do covid-19 (coronavírus), o Sintro (Sindicado dos Rodoviários) irá se reunir na quinta-feira (02).

A estimativa é que pelo menos 850 trabalhadores sejam demitidos e o presidente do sindicato defende que ocorra uma paralisação geral.

Ainda nesta quarta-feira (01/04) a empresa Trampolim da Vitória que tem sede em Parnamirim confirmou que 120 funcionários já foram demitidos.

Em entrevista a InterTV Cabugi o diretor executivo da empresa afirmou que tentaram tomar outras medidas antes das demissões mas elas não foram suficientes.

Gino Costa afirmou ainda que “a gente não tem como dizer se vai ser só isso, se vai ter mais cortes” e que aguarda posição do governo estadual e federal.

O presidente da Fetronor (Federação das Empresas de Transportes do Nordeste) solicitou por meio de ofícios ajuda financeira para continuarem operando e não demitirem mais funcionários.