Em Julho de 2017 Joaz prometeu medidas emergenciais para evitar alagamentos

Nos últimos dias Extremoz, assim como boa parte de outras cidades do Rio Grande do Norte vem sendo atingida por fortes chuvas consecutivas.

Com a chegada do inverno é esperado um volume ainda maior e com essa chuva um grande problema para quem reside na cidade, a falta de planejamento e infraestrutura faz com que uma série de bairros e distritos fiquem completamente alagados.

Os alagamentos prejudicam a mobilidade dos moradores, além disso a situação fica mais crítica nos locais onde o calçamento é apenas barro.

Em julho de 2017, seis meses após ser eleito, o prefeito Joaz Oliveira realizou uma visita técnica aos pontos de alagamentos nos bairros: loteamento São Miguel Arcanjo, Bairro Moinho, Central Parque III, Conjunto Vila Real, Quilômetro 23, Carão, Comum, Redinha Nova, Santa Rita, entre outras localidades.

Acompanhando dos representantes das secretarias de Obras, Infraestrutura, Meio Ambiente e Urbanismo, Administração, Defesa Civil e do SAAE, o prefeito discutiu com a equipe algumas medidas emergenciais que seriam tomadas, além de outras ações definitivas.

O prefeito prometeu medidas emergenciais, além de analisar o que poderia ser feito para resolver a grave situação em curto, médio e longo prazo. O Portal Extremoz publicou a matéria na época e você pode vê-la clicando no link: https://portalextremoz.com.br/joaz-visita-pontos-de-alagamentos-em-extremoz-e-fara-acoes-emergencias/

Passado 20 meses da visita técnica de Joaz e sua equipe nenhuma medida foi tomada, e após uma forte chuva que caiu na cidade durante madrugada dessa quarta-feira (13) esses bairros citados acima além de vários outros ficaram alagados e praticamente intransitáveis.