Em 3 dias, PDE prende foragido, fecha boca de fumo, entra em confronto com traficantes e recupera moto roubada

O trabalho da Polícia Militar, através do PDE (Pelotão Destacado de Extremoz) e 11º Batalhão de Polícia Militar não para no município.

Em apenas três dias os nobres agentes que integram a corporação no município prenderam um foragido da Justiça, fecharam uma boca de fumo, entraram em confronto com traficantes deixando um criminoso morto e recuperaram uma moto roubada.

Na manhã de quinta-feira (26/8) os policiais receberam uma denúncia anônima que um indivíduo de vulgo “Polpa” de 39 anos estaria comercializando drogas e portando uma arma de fogo no bairro Carão.

Diante das informações, os agentes foram ao local para saber a veracidade, chegando no local encontrava-se duas mulheres (sendo identificados posteriormente como usuários) em frente a residência e o suposto acusado, de imediato o indivíduo pulou o muro na tentativa de fugir, mas foi detido na residência vizinha.

Nas buscas na residência foi confirmado a veracidade da denúncia, sendo encontrado um simulacro (modelo pistola), uma porção de substância branca provavelmente cocaína, um saco plástico contendo uma substância esverdeada provavelmente maconha, um saco plástico contendo várias pedras provavelmente crack, vários sacos plásticos para embalar os entorpecentes, uma  balança de precisão e R$ 222,15 reais em cédulas.

Diante dos fatos foi dada voz de prisão e encaminhado para delegacia de Extremoz, o mesmo foi autuado no Artigo 33 da Lei 11.343/2006.

Já na tarde de quinta os policiais receberam informações anônimas também pelo DISQUE DENÚNCIA (98137-2325), que na comunidade conhecida como Iraque existia um foragido da Justiça.

Após diligências, o acusado de nome Arlécio Dias do Nascimento foi encontrado no endereço indicado, o mandado de prisão é da comarca de Extremoz.

Em seguida o foragido foi encaminhado para delegacia zona norte, que ficará a disposição do sistema prisional.

Na tarde de sexta-feira (27), os policiais receberam outra denúncia anônima, dando conta que vários homens estariam comercializando entorpecentes e com armas de fogo na Rua Rio Negro, no Bairro São Miguel Arcanjo.

Diante das informações os honrados agentes foram até a residência indicada, chegando no local foram recebidos por disparos de armas efetuados por Fábio Diego de Oliveira Pereira, 31 anos, que respondia por tráfico de drogas pela comarca de Extremoz, por ter sido preso em 2020.

Outro elemento também atirou e conseguiu fugir pulando o muro, de imediato os policiais responderam a injusta agressão, alvejando Fábio Diego que portava um Revólver calibre 38 com 6 munições (sendo 2 deflagrada) sem numeração, sendo prontamente socorrido para o Hospital Café Filho onde foi a óbito.

No quintal da residência foram detidos 03 homens (sendo um adolescente) e 02 mulheres (sendo uma adolescente), na revista na casa foram encontrados uma arma caseira calibre 38, seis (06) munições de calibre 12, quase 300 gramas de uma substância esverdeada que provavelmente se trata de maconha, 08 papelotes de uma substância branca provavelmente cocaína, balança de precisão, 11 celulares provavelmente frutos de roubos/furtos na cidade, um relógio de marca Lince, um notebook de marca Dell, um fardamento camuflado, vários sacos plásticos do tipo “din din” para embalar os entorpecentes.

Os acusados foram identificados como sendo Francisco Jamerson da Silva Viana, é presidiário que consta uma decisão no processo 0103603-37.2012.8.20.0002 (Execução da pena) regredindo para o regime fechado, porém, por falha do sistema não foi expedido o mandado de prisão, Carlos Eduardo silva do Nascimento, 25 anos que responde um processo por furto na comarca de Extremoz, Natália Silva de Oliveira, 18 anos.

Todos autuados no crime de tráfico de drogas, associação criminosa e corrupção de menores e os dois (02) adolescentes por atos infracionais conduzidos para Plantão Zona Norte para procedimentos cabíveis.

No sábado (28) os policiais estavam em patrulhamento quando foram abordados por um cidadão o qual teve a moto tomada de assalto nas proximidades da rotatória da AmBev.

Segundo informações do proprietário a moto tinha rastreador e a localização da moto estava constando nas proximidades do conjunto de Vilma em Lagoa azul.

Diante de tais informações os agentes iniciaram diligência no terreno. O veículo foi recuperado e devidamente entregue ao dono.