Confira dicas para melhorar o sinal de Wi-Fi na sua casa

Com o avanço da tecnologia o Wi-Fi se tornou um dos meios de conexões mais populares entre os brasileiros, principalmente para os que utilizam aparelhos móveis para navegar na rede.

No entanto, problemas ligados à conexão wireless são comuns, mas podem prejudicar sua navegação. Por exemplo, você consegue utilizar a internet em todos os cômodos da casa?

Confira agora algumas dicas do fornecidas pelo canaltech  bastantes úteis que podem melhorar a qualidade do Wi-Fi da sua residência, melhorando a velocidade da sua conexão:

  • 1 – Escolha um local adequado para o seu roteador

Talvez você tenha instalado a rede de internet sem fio em sua casa há algum tempo. Ela pode ter ficado em um local isolado, distante dos dispositivos que utilizam sua conexão.

Por isso, é preciso analisar qual é o melhor lugar da sua casa para colocar o roteador, que funciona com ondas, como as de rádio ou as do seu celular. Sendo assim, qualquer obstáculo no meio do caminho pode interferir na sua cobertura.

A melhor estratégia é colocar o roteador em um lugar alto, pois assim o sinal se expande para baixo e para os lados e ele fica livre de objetos ao redor.

Visto que o sinal se espalha por todas as direções, o mais indicado é colocá-lo no centro do cômodo. Outro ponto importante é instalá-lo no cômodo da casa onde mais irá utilizá-lo.

Vale lembrar que telefones sem fio e microondas podem interferir no sinal. Por isso, o ideal é manter o roteador bem distante desses itens.

  • 2. Proteja sua rede de ladrões de sinal

Mesmo que você já possua uma senha cadastrada em sua rede sem fio, pode ser que ela tenha sido descoberta e algum vizinho oportunista esteja utilizando sua conexão, o que certamente a deixará mais lenta.

Uma das melhores maneiras de se proteger é optar por um padrão de segurança mais avançado, como o WPA. Assim como qualquer senha, ela precisa ser de difícil acesso, sempre misturando números e letras.

Também é aconselhado que você altere a sequência frequentemente e, para evitar que outras pessoas identifiquem sua rede e possam tentar descobrir a senha, evite utilizar nomes que indiquem de onde é o sinal, como “Wi-Fi do fulano”.

  • 3. Mantenha seus aparelhos atualizados

Sempre que puder você deve atualizar seus dispositivos para garantir sempre mais velocidade e confiabilidade na transmissão de dados.

Assim como qualquer outro aparelho eletrônico, o acessório que fornece a rede Wi-Fi está em constante evolução, sempre com novas atualizações.

Atualmente existem quatro padrões IEEE 802.11 para redes sem fio: A, B, G e N. Os padrões A e G conseguem transmitir informações em até 54 Mbps. Já o padrão B transfere dados com até 11 Mbps de velocidade.

O padrão mais moderno e rápido é o formato N, que consegue transmitir e receber dados em até 600 Mbps. Para conseguir atingir as maiores velocidades de conexão você precisa obter um roteador compatível com o padrão N e uma placa de rede em seu computador que suporte este formato.

  • 4. Reinicie seu roteador com frequência

Muitas vezes, o roteador pode travar por causa do aquecimento. Por isso, reiniciá-lo manualmente com frequência é bastante recomendado.

Uma das sugestões é mantê-lo desligado durante períodos que ninguém costuma acessar a internet – como quando você estiver dormindo, por exemplo. Isso poderá melhorar a transmissão de sinal de seu roteador assim que você ligá-lo novamente, além de garantir maior vida útil ao seu equipamento.

Essas dicas já irão te ajudar a obter o máximo de proveito da sua internet, mas não podemos esquecer do fundamental, que é ter um bom provedor de acesso à internet.

Os moradores de Extremoz e da Zona Norte de Natal navegam com a NETJAT FIBRA que oferece planos de até 200MB e por preços acessíveis, saiba mais clicando em: https://portalextremoz.com.br/netjat