O coletivo de capoeira Extremoz em Ação divulgou a programação das atividades que serão realizadas por ocasião da primeira semana da capoeira no município. O evento contará com a realização de diversas atividades como oficinas, palestras, cinema na praça, roda tradicional, apresentações culturais, entre outras atividades. Todas gratuitas.

Uma oportunidade para a população conhecer essa prática na reabilitação, inclusão, acessibilidade e seus aspectos históricos.

De atividade marginalizada à patrimônio da humanidade. A Capoeira, é uma das manifestações culturais mais importantes do Brasil. Compreender a origem e a sua importância histórica é entender melhor o fenômeno da escravidão como elemento central na história do Brasil. Segundo o pesquisador Sergio Luiz de Souza Vieira em sua tese de doutorado, o vocábulo “Capoeira” passou a estar associado a uma forma de luta, atrelada às estratégias de sobrevivência da população negra, que “resistiu e cedeu, agrediu e foi agredida.”

Nos anos de 2008 e 2014, a capoeira passou a ser reconhecida como patrimônio imaterial do Brasil e patrimônio cultural da humanidade. Em 2003 foi incluso no curriculum oficial da educação básica o tema História e Cultura Afro-brasileira. Em Extremoz, por meio da lei nº 1.013 de 2020, foi instituindo o dia municipal da capoeira, comemorado em 03 de agosto.

O coletivo trata de uma iniciativa plural, formado por representantes de várias escolas de capoeira, que desenvolvem, além das aulas, a responsabilidade social no município. O movimento tem como principal objetivo a luta por espaço e a busca de políticas públicas que possam valorizar a capoeira na sua importância histórica. Além de dar voz aos diversos grupos existentes na cidade em busca de apoio e o devido reconhecimento nas várias frentes de atuação.

Confira programação completa abaixo:

WP Post Author

Sobre o autor

By Leandro Soares

Professor da Rede Estadual de Educação. Graduado em História e Filosofia pela UFRN. Mestrado em Filosofia Política, Pós-Graduado em Ensino de Filosofia e Literatura pelo IFRN.