Bancários e trabalhadores do Detran do RN aderem a Greve Geral do dia 14

Os bancários e os trabalhadores do DETRAN (Departamento Estadual de Trânsito) do Rio Grande do Norte resolveram aderir a Greve Geral que está marcada para o dia 14 de junho.

Os bancários do RN, reunidos em assembleia na quinta-feira (06) decidiram por aderir a Greve Geral que vem sendo organizada por trabalhadores de todo o país para barrar a Reforma da Previdência. Na sexta, 14, nenhuma agência bancária deverá funcionar.

PUBLICIDADE

Os bancários potiguares entendem que “o que está em jogo é o fim do direito a aposentadoria. E, assim como a Reforma Trabalhista não gerou empregos, a Reforma da Previdência não irá resolver os problemas econômicos do país.”

Os trabalhadores do DETRAN também se reuniram na quinta-feira (06), na sede estadual do Departamento e optaram por aderir a greve. Segundo o diretor de comunicação do SINAI-RN, Alexandre Guedes, há um entendimento no conjunto dos trabalhadores do DETRAN que a Reforma da Previdência proposta pelo governo Bolsonaro é prejudicial a classe trabalhadora.

Isso porque, entre inúmeros pontos, acaba com o regime previdenciário a partir da adoção da capitalização e fará com que os brasileiros se aposentem mais tarde, prolongando a carga de trabalho.

O DETRAN do Destrito Federal também irá aderir a greve, assim como motoristas, metroviários e ferroviários de São Paulo.