Auxílio em análise desde o início de abril, reprovado ou com dados inconclusivos? Saiba o que fazer

O Governo Federal e Caixa Econômica Federal iniciou desde o dia 09 de abril o pagamento do auxílio emergencial em decorrência do coronavírus. Os primeiros a receberem foram aqueles que estão inscritos no Cadastro Único (CadÚnico).

Os demais que não estavam inscritos no CadÚnico precisaram solicitar através de um site ou um aplicativo, apesar da demora muitos já foram aprovados e já receberam o auxílio e outros ainda estão com o status “em análise” desde o dia 07.

SITUAÇÃO EM ANÁLISE 

Quem solicitou o auxílio entre os dias 07 e 10 de abril e ainda está em análise deve verificar a situação no novo site disponibilizado pela Caixa, www.cidadania.gov.br/consultaauxilio ou https://consultaauxilio.dataprev.gov.br

Esse novo site mostra as informações mais detalhadas, verifique qual data consta no site como requerimento e a data recebida pela Dataprev, caso a data do requerimento seja do  dia 07 até o dia 10 deverá ser observado a informação que aparece e depois refazer a solicitação, caso ainda não tenha refeito.

A solicitação deve ser refeita através do site https://auxilio.caixa.gov.br/ ou pelo aplicativo, segundo a Caixa o aplicativo e o site estão sofrendo constantes atualizações e na última atualização o aplicativo permite refazer a solicitação, corrigir dados e fazer contestações.

Quem já refez a solicitação deverá continuar aguardando a análise da Dataprev (Empresa de Tecnologia e Informações da Previdência) também podendo acompanhar pelo novo site disponibilizado.

DADOS INCONCLUSIVOS 

O status de “Dados inconclusivos” aparece quando a Dataprev não conseguiu verificar se realmente o cidadão tem direito ao benefício, pois pode haver divergências nos dados informados na hora da solicitação.

A orientação é que também acesse o novo site para verificar detalhadamente os problemas (www.cidadania.gov.br/consultaauxilio ou https://consultaauxilio.dataprev.gov.bre depois refaça a solicitação.

Nesse caso também deve ser refeita através do site https://auxilio.caixa.gov.br/ ou pelo aplicativo.

BENEFÍCIO NÃO APROVADO

Quem teve o auxílio reprovado, mas ainda sim acredita que tem direito também pode contestar a análise, a orientação é  acessar o novo site disponibilizado para verificar o motivo da reprovação. (www.cidadania.gov.br/consultaauxilio ou https://consultaauxilio.dataprev.gov.br)

Em seguida pode contestar ou refazer o pedido novamente através do site https://auxilio.caixa.gov.br/ ou pelo aplicativo.