Auditoria da Controladoria Geral do RN constata indícios de sonegação no programa “Restaurante Popular”

Uma auditoria realizada pela Controladoria Geral do Rio Grande do Norte encontrou indícios de sonegação fiscal por parte de empresas que prestam serviços ao próprio governo.

As apurações referentes ao programa “Restaurante Popular” constataram que as empresas faziam as notas fiscais, entregavam ao governo para receber o pagamento pelo serviço, mas cancelavam o registro em seguida, deixando de pagar os impostos federais e estaduais

Segundo a Controladoria pelo menos quatro empresas realizavam a sonegação, deixando de pagar mais de R$ 1,6 milhões que deveriam ir para os cofres estaduais.

Além disso também foi constato que as empresas cobravam mais do que forneciam, a SET (Secretaria Estadual de Tributação) foi notificada, emitiu multas e também poderá acionar a Polícia Civil.

O programa “Restaurante Popular” fornece alimentação com preço subsidiado à população, ou seja, preços mais baratos. O programa teve ampliação durante o governo de Robinson Farias.

Author: Redator