Prefeitura de Extremoz exonera comissionados e anuncia contenção de gastos

A Prefeitura de Extremoz divulgou nessa segunda-feira (10) por meio do Diário Oficial de sexta-feira (07) a demissão de mais de 70 funcionários comissionados e decreto que estabelece medidas de contenção de gastos.

O decreto Nº 017/2018 estabelece uma série de medidas de contenção de gastos com pessoal e outras despesas correntes, no âmbito da Administração Direta e Indireta do Município de Extremoz.

No decreto o Prefeito Joaz Oliveira cita uma série de motivos para estabelecimento das medidas, entre os motivos o prefeito diz que “parte da receita de 2017 e 2018, foi comprometida com os parcelamentos de débitos deixados pela gestão passada perante as instituições financeiras, Previdência social, bem como o salário dos servidores, comprometendo a capacidade de investimento do município”.

Joaz também diz que Extremoz, assim como outros municípios do Rio Grande do Norte passa por uma grave crise financeira, que torna necessária a “adoção de medidas excepcionais e enérgicas”.

Entre as medidas para conter gastos está a implementação de ações para  realização de reduções das despesas, bem como a revisão, renegociação e a reavaliação dos contratos em vigor, afim de que haja total equilíbrio das despesas públicas municipais, diante do atual cenário econômico. 

O decreto Nº 017/2018 também ocasionou a exoneração de mais de 70 funcionários comissionados, dos mais diversos cargos, incluindo assessores especiais, assessores técnicos, secretário adjunto, coordenadores, chefes de setores e diretores administrativos.

Todos os detalhes do decreto nº 017/18 e todos os nomes dos exonerados você pode conferir através do Diário Oficial do Município:

⇒DIÁRIO OFICIAL DE EXTREMOZ